domingo, 10 de janeiro de 2010




Eu não sei do que sinto falta. Eu nem sei se realmente sinto falta de algo. São tantas coisas para fazer, e nada eu faço. Coisas para pensar, responsabilidades, deveres, e eu vivendo como se não existisse o futuro. Tudo tem me confundido. Principalmente as pessoas… Aquelas mais ‘antigas’, sabe? As que ‘sempre’ estiveram comigo, e que dizem que sempre estarão. Amigos e familiares. Definitivamente não sei manter um laço de amizade, e isso me preocupa. Mas veremos, darei um tempo ao tempo e verei ao certo como as coisas estão funcionando no momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário